Uma palavra para nós escrita por John Newton


Pedi ao senhor que eu pudesse crescer
Na fé, no amor, e em toda graça,
Saber mais de sua poderosa salvação
E buscar com mais fervor a sua face.

Esperei que em alguma hora favorável
De repente ele respondesse meu pedido
E pela força constrangedora de seu amor
Eliminasse meus pecados e me desse paz.

Em vez disso ele me fez sentir
O mal escondido em meu coração
E deixou que as raivosas forças do inferno
Assaltassem completamente minha alma.

Ainda mais com a própria mão
Pareceu que ele quis agravar meu sofrimento
Anulou todos os projetos que idealizei
Desmanchou meu jogo e me destruiu.

"Senhor, por que isso?" Clamei a tremer
"Perseguir teu verme até a morte?"
"É deste modo", disse o Senhor
"Que eu respondo aos rogos por graça e fé"
Estas provações íntimas eu uso
Para livrá-lo do orgulho e egoísmo
E quebrar teu esquema de alegria terrena
Para que possas buscar-te todo em mim

10 comentários:

voltemosaoevangelho disse...

Obrigado Lucas por esta mensagem.
Eu realmente estava precisando ler isso.
Segurando as lágrimas aqui.

Paz

Marcus Henrick disse...

Nossa !!
Que Mensagem...
ELE nos LIVRA do MAL que existe EM NÒS..
PELO PODER do SEU IMENSURÁVEL AMOR !!
Deus o abençoe !

Por Ele. disse...

"Estas provações íntimas eu uso
Para livrá-lo do ORGULHO e EGOÍSMO
E quebrar teu ESQUEMA de alegria terrena
Para que possas buscar-te TODO em mim."

aaaaaaa...

Tô nessa dor!

Lucas Louback disse...

Bom saber, que nãou o único... Amigos apenas alguns milesimos de segundos na eternindade... vamos juntos

"aquela que é amada por Ele" disse...

Amém... é EXATAMENTE isto.

matheusme disse...

O bispo Berkeley disse: “Não posso orar, mas cometo pecados. Não posso pregar, mas cometo pecados. Não posso ministrar, nem receber a Ceia do Senhor, mas cometo pecados. Preciso arrepender-me de meu próprio arrependimento; e as lágrimas que derramei necessitam da lavagem do sangue de Cristo” (1670).

(...)

Quem me livrará do corpo desta morte?” “Quem me livrará?” Esta não é uma linguagem de desespero, e sim de um desejo ardente de ajuda de fora e do alto. Aquilo do que o apóstolo desejava ser livre é chamado de “o corpo desta morte”. Esta é uma expressão figurada, pois a natureza carnal é chamada de “o corpo do pecado” e vista como algo que tem “membros” (Rm 7.23). Portanto, entendemos que as palavras do apóstolo significam: “Quem me livrará desse fardo mortal e pernicioso - meu eu pecaminoso?!”

http://www.monergismo.com/teologia-exegetica/exegese-do-nt/epistolas/desventurado-homem-que-sou/

cincosolas disse...

Lucas,

Ótimo texto. Gostaria de publicá-lo no Cinco Solas, com os devidos créditos.

O texto é impactante.

Em Cristo,

Clóvis

Lucas Louback disse...

Clóvis fique a vontade, quanto mas pessoas serem edificadas melhor
Abraço

Aline Ramos disse...

Oi Lucas...
Olha, mais um texto sobre modéstia...
É uma tradução de um texto postado em um dos fóruns do Purity People:

http://www.avantealegria.com/blog/2009/02/modestia-humildade-em-vestes-ii-a-nudez-de-nossa-juventude/

Bençãos!!! =)

Vinicius Maguifer disse...

Nossa que benção essa palavra! :DD

Ficarei em silêncio? Deus não permita!
Ai de mim, se me calar.
É melhor morrer, do que não me opor diante
dessa impiedade, que me faria participante da
culpa do inferno.


John Huss