Cheira a Espírito Adolescente


Na última Founder's Conference em junho, Roy Hargrave pregou uma mensagem poderosa que me deixou pensando por que tantas igrejas perdem seus jovens. (Esse não era o tema da mensagem do Dr. Hargrave, mas ele levantou o assunto em um dos seus pontos).

Aqui está um resumo realmente breve de alguns dos meus pensamentos sobre o assunto:

As próprias estratégias que muitas igrejas adotam para tentar manter seus jovens envolvidos na igreja são as principais razões porque elas perdem tantos deles. As filosofias dominantes de ministério de jovens atualmente são espiritualmente aleijadas ou, pior ainda, quase completamente countraproducentes.
"Eles permitem que seus adolescentes vivam com as falsas noções de que crer em Cristo é fácil, que a santificação é opcional, e que a religião deve supostamente ser divertida e sempre adaptada às nossas preferências."

Especificamente falando, está na hora de enfrentarmos o fato de que empobrecer sistematicamente o ministério de ensino e aumentar ainda mais a atmosfera de festa, ao mesmo tempo que isolamos os jovens do resto do corpo não é uma estratégia muito boa para aumentar a taxa de retenção entre a nossa mocidade.

Pense nisto: Ministérios de mocidade (não todos eles, é claro, mas a vasta maioria dos que pertencem ao evangelicalismo light) deliberadamente protegem seus jovens das verdades duras e das demandas fortes de Jesus. Eles constroem sua adoração de forma mundana para que a mocidade possa se sentir tão confortável no ambiente da igreja quanto possível. Eles desperdiçam as melhores oportunidades desses anos formativos da vida estudantil minimizando a instrução espiritual enquanto enfatizam diversões e jogos. Eles permitem que seus adolescentes vivam com as falsas noções de que crer em Cristo é fácil, que a santificação é opcional, e que a religião deve supostamente ser divertida e sempre adaptada às nossas preferências. Eles não equipam os seus estudantes da escola secundária para a defesa rigorosa da fé que eles tanto irão precisar na faculdade. Eles negligenciam a integração deles, como adultos jovens, na comunidade adulta da igreja.

E aí eles se perguntam por que tantos jovens abandonam a igreja na mesma época em que deixam suas casas.

Quão difícil será que é entender por que a abordagem do tipo "Atividades Específicas para a Mocidade" para ministério com estudantes vem sendo um tão gigantesco fracasso?

Phil Johnson

Bom Caminho

Um comentário:

Dexter de La Soul disse...

Esse cara tem razão. Filosofias hedonistas e confortáveis ganharam muito espaço hoje em dia dentro das igrejas. Os arrependimentos e posicionamentos de amputação de prestígio e aceitação social foram execrados. A poderosa mensagem que pode salvar nossa alma foi adaptada! Criaram um patch de compatibilidade, salvação v1.2.dat. Não sei se no céu aceitam updates.

Ficarei em silêncio? Deus não permita!
Ai de mim, se me calar.
É melhor morrer, do que não me opor diante
dessa impiedade, que me faria participante da
culpa do inferno.


John Huss